wine

Em todas as regiões da Itália você pode encontrar tipos diferentes de vinho.
Isso porque cada solo dá sabor e características diferentes de acordo com a variedade do solo na quella região.
Outro diverso elemento que contribuem para o sucesso de um vinho, è o tempo, ele desempenha um papel importante. As vinhas do norte da Italia ou a uma altitude elevada amadurecem mais lentamente do que aquelas do sul na onde o clima è mais quente. Lembrando que o preço não determina a qualidade do vinho. Os vinhos são classificados por:

1.DOCG(denominação de origem controlada garantida)
2.DOC (denominação de origem controlada)
3.IGT (indicação geográfica típica)
4.VINHO DA MESA (nenhuma indicação geográfica)

Lombardia: Franciacorta | DOCG

Aperitivos servido quente com legumes e preparações onde há o contraste entre salgado e doce.

Sardegna: Vermentino di Gallura | DOCG

Frango ou cogumelos, peixe assado, crustáceos, mariscos e frutos do mar, risoto, massas com molhos marinheiros, omeletes e pecorino fresco.

Toscana: Chianti e Brunello di Montalcino | DOCG

Carne vermelha grelhada.

Umbria: Montefalco | DOCG

Carne selvagem, molhos de carne eleborada e preparações com carne vermelha.

Campania: Fiano, Falanghina e Taurasi | DOCG-DOC

Pequenos doces ou queijo – Pratos e entradas com peixes – massas com molho de carne, carne selvagem, carne vermelha, assado, queijo temperado e castanhas.

Piemonte: Barbera, Moscato e Barolo | DOCG-DOC

Carne selvagem, molhos elaborado de carne, preparações com carne vermelha, queijo – Sobremesas, frutas, sorvete – refogado e assado de carnes vermelhas, queijos envelhecidos.

Abruzzo: Montepulciano | DOC

Carne cozida, assada, carne de aves (frango, pato…) e queijos envelhecidos.

Basilicata: Aglianico | DOC

Carne branca o vermelha no forno.

Calabria: Cirò | DOC

Cirò branco: entradas e pratos de peixe, Cirò rosado: Carne vermelha, Cirò vermelho: Carne assada e  carne de aves (frango, pato…).

Friuli: Chardonnay | DOC

Frios e carnes de pratos delicados feito com peixe.

Lazio: Castelli Romani | DOC

Castelli Romani vermelho: carne vermelha assada o grelhada, frango, coelho – Castelli Romani branco: sopas, pratos com peixe e risoto com legumes.

Liguria: Bosco | DOC

Massas com molhos vermelhos e ligeiramente picantes, pratos com aves e queijos.

Marche: Rosso Piceno | DOC

Sopas, frios e purê.

Molise: Biferno | DOC

Biferno vermelho: Carne vermelha, queijo pecorino, polenta com molho de carne ou doces processados- Biferno branco: aperitivos, risoto, pratos de peixe, queijos frescos.

Puglia: Salice Salentino | DOC

Massas (especialmente em molho de tomate), ensopados mistos ou cozidos e queijos.

Sicilia: Marsala e Passito | DOC

Doces com o creme, também para queijos frescos e o doce de Sicilia o cannoli.

Trentino: Lagrein Scuro | DOC

Doces secos sem creme, ottimo com o doce de Sicilia a cassata.

Valle d’aosta: Blanc de Morgex | DOC

Pizza, peixe, saladas rica, queijo fresco e risoto.

Veneto: Bardolino | DOC

Frios e pratos com castanhas.

Emilia Romagna: Lambrusco | DOC – IGT

Pratos gordurosos, salsicha, ou pé de porco com lentilhas no natal (zampone).

Dica: Para aqueles que querem comprar vinhos no supermercado, minha sugestão é escolher a partir de um valor de € 5 para cima, porque eu não acredito na boa qualidade do vinho vendido a € 1,5 a lt.
Se em vez disso, você quiser orientação profissional na escolha do vinho, escolha uma ‘’vinoteca’’, os preços pode variar da € 5 a € 7 para cima.

Bom shopping 🙂

Para saber mais: Gastronomia italiana | O menu

Facebook Comments